Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

Primeira edição do Inova Talks
ASN DF 29/07/22 às 12:00 Atualização 29/07/22 às 12:17
Compartilhe
ASN DF 29/07/22 às 12:00 Atualização 29/07/22 às 12:17
Compartilhe

O Sebrae no DF promoveu, na terça-feira (26/07), a primeira de quatro edições do Inova Talks. Os encontros funcionam como “esquenta” para a edição 2022 do Sebrae Inova que será em outubro. As edições são gratuitas e acontecerão mensalmente.

As palestras iniciais tiveram como tema Finanças Digitais e abordaram questões como mercado pós-pandemia e a relação entre tecnologia 5G e finanças.

O Superintendente do Sebrae no DF, Valdir Oliveira, abriu a primeira edição do encontro. Na ocasião, o executivo destacou a importância do meio digital para os empreendedores, no cenário de pandemia, que exigiu ações ainda mais virtuais.

“A gente tem que ter ousadia de vencer a adversidade e pular a ponte acreditando nos sonhos. Venha, pois vamos estar juntos com você”, destacou Valdir convidando os interessados no tema.

Inovação

O empreendedorismo no meio digital ganhou força e se tornou uma forma de negócio rentável diante das restrições impostas pela pandemia e no mundo dos negócios se tornou palavra de ordem. Com as palestras o Sebrae no DF visa estimular que os empreendedores aprendam a utilizar os meios virtuais, como a internet, para comercializar serviços ou produtos, como adicional ou ainda sem a necessidade de espaços físicos. Além disso, as palestras vão possibilitar o esclarecimento de dúvidas sobre os serviços digitais que avançam e que podem favorecer a gestão dos negócios.

Valdir, reforçou no evento que os temas foram escolhidos para que possam contribuir para levar essa visão estratégica da inovação tecnológica para o desenvolvimento do empreendedorismo para que também possa entender o explorar o cenário digital.

“É fundamental trazer esse novo mundo, essa nova linguagem para os nossos empreendedores, porque a pandemia mudou o mercado e agora, com essa mudança do mercado avançando enormemente nos canais digitais para todo tipo de relacionamento humano, os negócios acabam sendo dentro dele. E se a gente não aproximar os nossos pequenos empreendedores desse mundo, eles vão perder mercado, vão perder faturamento e vão se frustrar diante dos seus negócios”, analisa o superintendente.

Palestrantes

Mauro Calil, que é educador financeiro, ministrou palestra sobre como o empresário pode gerenciar suas verbas. Para ele, é importante não cair nas “tentações” e se deixar influenciar por fatores externos, mantendo sempre o foco em reserva em conta.

“Na verdade, não é um passe de mágica, é uma construção de hábitos que faz com que a pessoa chegue lá. Agora, se você está no lugar errado, é mais difícil”, aponta o palestrante, que completa: “Se você está em algum lugar que não é o Sebrae falando de negócios, dificilmente você vai crescer. E não adianta falar de negócios na mesa do bar. Vem para o Sebrae e você vai falar de negócios com pessoas interessadas. E aí você cresce”.

A palestrante Cris Vieira abordou o tema “Finanças Digitais para Pequenos Negócios” ao comentar o enredo foi enfática para desmitificar a questão de pagamentos digitais: “O que eu procurei trazer para os empreendedores foram algumas ferramentas digitais, muitas vezes desconhecidas, com ênfase maior em algumas vantagens desses serviços”.

Algumas ferramentas digitais podem representar ainda mais vantagens de gestão aos empreendedores. Um dos exemplos citados na palestra foi sobre a utilização de serviços financeiros digitais que facilitam o dia a dia do empreendedor. Outra recomendação feita por ela foi a adesão ao PIX para negócios, uma ferramenta que merece a atenção dos empreendedores.

“Muitas empresas ainda não utilizam a ferramenta e não entendem a importância da adesão ao serviço. Sugiro que os empreendedores procurem o banco que já têm relacionamento e busquem informações sobre esse serviço”.

Ela esclareceu que o PIX Saque e o PIX Troco são serviços que podem ajudar na atração de clientes. “O empreendedor ganha um percentual sobre cada operação realizada em seu estabelecimento. Certamente precisa ter em caixa um volume de dinheiro em espécie para fomentar esses serviços. Se o volume dessas operações for significativo, pode representar ganho no fatuamente, não só com o serviço, mas com a movimentação de clientes que vão adquirir outros itens do seu estabelecimento” recomendou Cris Vieira.

Competitividade

A gerente de Marketing e Desenvolvimento de Produtos do Sebrae no DF, Gabriella Rocha, ressalta a importância das palestras para ajudar os empresários a se tornarem mais competitivos, e entender como buscar através desses recursos a geração de renda e, consequentemente, contribuir com o desenvolvimento da economia do Brasil.

“É importante que o empresário esteja atento às inovações para ele ser mais competitivo, conseguir gerar renda, conseguir ajudar a economia do País, pois é o pequeno e o micro pequeno empresário que move a nossa economia hoje. Então, quando a gente treina, quando a gente capacita, quando a gente leva informação de qualidade para ele, ele vai conseguir ter um negócio mais desenvolvido e, consequentemente, mais rentável”, reforça Gabriella Rocha.

Ela lembra que é importante que os interessados em participar dos eventos realizados pelo Sebrae no DF acompanhem a programação e já façam suas inscrições pelo www.sebraeinova.com.br. A divulgação também é feita pelas redes sociais do @sebraenoDF, pois nesses canais “a gente está lançando conteúdo e informação todo dia para chamar o nosso empresário para os nossos eventos e para o Sebrae”, conta Gabriella.

O Inova Talks contou com a presença de colaboradores do Sebrae no DF, empresários e empreendedores, entre outros participantes. Os interessados podem acompanhar a programação em sebraeinova.com.br.

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF

Notícias relacionadas